sábado, 30 de julho de 2011

O REINO DE DEUS ATRAVÉS DA IGREJA

SUBSÍDIO PARA A 5ª LIÇÃO DO 3º TRIMESTRE DA E.B.D - CPAD

O REINO DE DEUS ATRAVÉS DA IGREJA

Poderíamos alterar o título da lição, sem contudo, alterar seu teor. Se trocassemos a palavra "igreja" pela palavra "família" não perderia o sentido da mensagem trazida pelo dileto comentarista da lição, afinal, a igreja é formada por famílias, podemos ir mais além, as famílias formam a base da igreja, não falo no sentido espiritual, mas sim, no sociológico, para que existisse 'igreja' primeiro se trabalhou a família, isso vislumbramos no trato de Deus com o primeiro casal, Adão e Eva.

A família no contexto geral, sofre perseguição, pois é o alvo predileto do inimigo, abalando a estrutura familiar o reflexo chegará também nas igrejas de forma desconcertante, infelizmente não se trata mais a família como a célula máter da sociedade, o que está em pauta são leis que tentam denegrir a imagem do fundamento estabelecido pelo próprio Deus.

Por outro lado, a família cristã tem por obrigação demonstrar onde está alicerçada (1 Co 3.11), e unidas a outras famílias que integram a igreja devem deixar transparecer que fazem parte de um Reino.

O texto áureo faz alusão ao o que o Reino de Deus realiza através da igreja, leia o texto e observe que de certa forma a igreja executa obra cabível ao governo (promover saúde, educação, e ação social são algumas), sem entrar em detalhes sobre ética e moral.

Igreja, extensão da descendência abraâmica, entendamos que tudo isso está enquadrado na promessa que Deus fez a Abraão note em (Gn 12.3) que a missão transferida à igreja já que Israel rejeitou o Messias, é anunciar as Boas-Novas de Salvação, e ainda, só em ouvir o Evangelho o indivíduo se torna bendito, pois quem nos ouve conhece a Deus (1 Jo 4.6); caso venha a praticá-lo o ser humano se tornará bem-aventurado (Mt 5).

Se o mundo jaz no malígno (1 Jo 5.19), então, cabe a igreja fazer a diferença. Nesse sentido, a igreja deve ser um reflexo, um protótipo do Reino de Deus na terra. Percebemos que pela Oração do Pai-Nosso,  a vontade de Deus deve ser cumprida na terra especialmente pela igreja "faça-se a tua vontade, assim na terra como no Céu". Eis a importância da presença do Reino na igreja.

A igreja só representará o Reino quando Cristo for reconhecido de fato como a Cabeça d'ela (Ef 1.2,22; 5.23; Cl 1.18). Se a igreja não está representando o Reino seus interesses demonstrarão quais suas intenções, ainda que venha a ter em seu título a expressão "Reino". Através de cada ação há uma intenção (pretensão), nisso a igreja difere de todas as organizações seculares, especialmente no que diz respeito aos seus dirigentes "delegados" por delegação (transmitir poderes, de julgar ou de administrar em seu nome).

Portanto, precisamos como igreja, dispensar parte do nosso precioso tempo, disposição e até outros recursos com sabedoria é claro! a fim de alcançar o objetivo maior, expandir o Reino de Deus na terra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário